Dicas para Proteger a Sua Casa Durante as Férias

Dicas para Proteger a Casa nas Férias

No vídeo acima, Rodrigo Pimentel dá importantes dicas de como manter a casa protegida mesmo durante as férias. Afinal, quem nunca pensou duas vezes antes de sair viajar com medo de deixar a casa sozinha, não é mesmo?!

Esse vídeo foi publicado originalmente no Canal Rodrigo Pimentel, no YouTube, onde também já foram postadas várias outras dicas sobre como se proteger, de forma segura, de situações como golpes, furtos, assaltos, entre outros.

E se você não pode assistir ao vídeo por algum motivo, confira a seguir todas as dicas de “Como proteger sua casa durante as férias” listadas no vídeo.

Diferença entre roubo x furto

Antes de mais nada é importante deixar claro que o assunto é sobre furto à residência, ou seja, nesse caso não há violência ou ameaça contra nenhum dos moradores. Se há violência ou ameaça contra pessoa, é caracterizado o roubo.

O furto à residência acontece quando a casa está vazia e alguém se aproveita dessa situação para furtar bens de dentro do imóvel. A situação mais clássica para ilustrar essa situação é a viagem de férias, quando toda a família aproveita para cair na estrada e tirar uns dias de descanso, e ao voltar se depara com a casa toda revirada e percebe que os bandidos levaram tudo.

Como se prevenir de um furto à residência?

Agora é hora de saber o que fazer para prevenir furtos à residência e também como agir depois de perceber que possivelmente o imóvel foi invadido. Veja:

Cuidados ao chegar em casa

Ao chegar em casa depois de um longo período fora você percebeu uma janela aberta, uma porta arrombada ou outros sinais que indicam que o imóvel foi invadido? A primeira ação que deve ser tomada é recuar, pois, os bandidos podem estar ainda dentro da casa.

Deixe os filhos e outras crianças pequenas protegidas na casa de um vizinho e imediatamente entre em contato com a polícia, discando 190. Só entre novamente para dentro da sua casa acompanhado de um agente policial.

É muito comum que as vítimas, ao se depararem com sinais de arrombamento, seguirem o instinto de entrar em casa para saber se está tudo bem e darem de cara com os bandidos. Isso é extremamente perigoso.

Checagem antes de sair

Crie o hábito de sempre fazer uma checagem geral antes de sair de casa. Para facilitar o trabalho, convide a sua esposa ou marido e filhos mais velhos para participarem da tarefa. Nessa checagem fique de olho em:Janelas

  • Portas
  • Entradas
  • Portões
  • Muros

Depois que uma pessoa fizer a checagem, outra pessoa passa e faz a dupla conferência para garantir que está tudo certo. Faça isso sempre antes de viajar ou de sair de casa por longos períodos.

Alarmes e sensores

Os alarmes e sensores, ainda que não ligados a uma central, são ferramentas baratas e de fácil instalação que podem ajudar a manter a sua casa mais segura. Isso porque, normalmente, depois do alarme disparar, bandidos não costumam tomar a atitude de permanecer dentro do imóvel.

Despistar o bandido

Sabe aquele costume que muita gente tem de deixar luzes acesas com o objetivo de enganar o bandido e fazer ele acreditar que tem gente em casa? Isso não funciona. Antes de invadir um imóvel, o bandido se certifica de que a casa está de fato vazia.

O ideal é que, antes de seguir viagem, você cancele o envio de correspondência, jornais, entregas via correio ou qualquer outra coisa que deixe na cara que não há ninguém em casa.

Além disso, converse com um vizinho de confiança para que ele faça uma limpeza na frente do seu imóvel, eliminando sujeira de folhas por exemplo, pois, isso é um grande sinal de que a casa está vazia e chama muita atenção de bandidos.

Vizinho de confiança

Falando em vizinho de confiança, essa é uma importante ferramenta de proteção e também de colaboração. Sabe por que nos Estados Unidos os muros quase não existem? Porque isso facilita para que os vizinhos vigiem a casa uns dos outros, o que garante maior segurança para todos.

Procure conversar com os seus vizinhos, convide-os para uma rede de colaboração em prol da segurança do bairro ou da sua rua. A vizinhança é a ferramenta mais eficaz de segurança para o seu lar.

Em casos de emergência

Informe sobre a viagem para o seu vizinho de confiança ou para o síndico do prédio e deixe uma cópia da chave para casos de emergência – somente se o vizinho for de confiança, claro. Afinal, o seu imóvel pode ser vítima de alagamento, curto circuito, incêndio e, nesses casos, é fundamental que uma outra pessoa tenha a chave da porta de entrada.

Ter vizinhos de confiança é uma das formas mais eficazes de manter o seu imóvel protegido durante as férias em família. Por isso, compartilhe este conteúdo com os seus vizinhos, para que todos criem essa consciência e passem a ajudar uns aos outros.


Conte pra mim a sua história!

Alguém já tentou invadir a sua casa enquanto ela estava vazia, mas por algum motivo não conseguiu?

Compartilhe a sua história nos comentários. Lembre-se também de se inscrever no Canal Rodrigo Pimentel para não perder nenhuma das dicas sobre segurança publicadas semanalmente.

Olá! Estamos ao vivo no Whats App, entre em contato agora.
Powered by